Com imagens raras, documentário reconstrói trajetória de Kurt Cobain

em News


"O Filme a seguir é baseado em artes, músicas, diários, Imagens em Super 8 e montagens de áudio cedidos pela Família de Kurt Cobain.” A frase aparece no início de Montage of heck, documentário que estreia nesta quinta-feira (18) no País sobre a Vida do líder da banda Nirvana, uma das mais importantes da cena roqueira Norte-americana dos anos 1990. O maior trunfo do documentário, produzido pelo canal HBO, é justamente utilizar-se de imagens raras — raríssimas e inéditas, em grande parte — para recriar a saga de Cobain, morto em 1994, aos 27 anos, por conta de um suicídio.
A profundidade da narrativa e o vasto acervo levantado pela produção fizeram logo com que o documentário, dirigido pelo realizador Brett Morgen, fosse tido como o definitivo sobre a conturbada trajetória de Kurt Cobain.
 
A revista Rolling Stone, especializada em Rock e Cultura pop, destacou em uma crítica o nível de intimidade que o longa-metragem cria entre o espectador e o Artista. Intimidade que, aliás, nunca foi problema para o Cantor e compositor norte-americano. Kurt, autor de clássicos como Come as you are, Smells like teen spirit e About a girl, marcou toda uma geração pela forma como se despiu em suas canções. Era avesso à mídia, entretanto.


facebook share

style="display:block"
data-ad-format="autorelaxed"
data-ad-client="ca-pub-1194659536048915"
data-ad-slot="3747106500">

.