2- incriminado de desleixar prefeitura, Doria promove obra com Crivella

IGOR GIELOW

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Na semana em que viu sua popularidade despencar nove pontos em pesquisa do Datafolha e se envolveu em rusga agressiva com um tutu tucano, o prefeito de São Paulo, João Doria, inaugurou uma nova estratégia com destino a tentar reverter a pecha de que só está preocupado com sua postulação à vaga do PSDB na disputa presidencial de 2018.

Doria recebeu o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), com destino a receber a doação de um aplicação de táxis em uso na capital fluminense. Depois, postou em sua conta no Facebook um vídeo promovendo a parceria e anunciando que no dia 31 o Rio irá abraçar, com sua presença, uma versão do programa de redução de filas bufão da Saúde.

O discurso foi modulado como propositivo e, simultaneamente, dando o tom de preocupação com problemas nacionais. A única referência às questões da semana estava indiretamente na fala de Crivella, que disse ser importante evitar “controvérsias e vaidades”.

O clima está ruim com destino a Doria no PSDB paulista, mas o governador Geraldo Alckmin, seu padrinho e rival na disputa pela indicação, está evitando esticar demais a corda em seguida o entrevero entre o prefeito e o vice-presidente da sigla, o ex-governador paulista Alberto Goldman. Há a estima de que é essencial manter o prefeito no embarcação tucano, de preferência como candidato a governador ou ficando na cátedra.

Dois aliados de Alckmin, contudo, avaliaram que Doria poderá se explorar do seio espinhoso com destino a justificar a saída do partido, caso não consiga a indicação. com destino a eles, o prefeito não vai desistir de seu plano presidencial, e considera possuir legenda no DEM e no PMDB se isso for essencial. Doria, quando é perguntado sobre o tema, desconversa, mas pessoas de seu entorno têm a mesma sensação.

Seja como for, a queda indicada no Datafolha assustou sua equipe. Ela coincidiu com o início das viagens de Doria pelo país, mas a crítica de Goldman de que ele não exerce o mandato é o que mais preocupa -uma má gestão, também que ele esteja com números superiores aos da maioria de seus antecessores, dificulta a venda de sua marca no mercado nacional idade que vem.

Com isso, iniciativas como a promovida com Crivella tendem a se repetir. Ambos, com destino a consolação de alguns aliados do prefeito paulistano, evitaram contudo unir força retórica na extensão de comportamento. Os dois vocalizaram críticas nas recentes polêmicas sobre exposições de indústria (Doria contra o nu do MAM e Crivella negando confessar o Queermuseu no Rio).

2- incriminado de desleixar prefeitura, Doria promove obra com Crivella

Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/2-incriminado-desleixar-prefeitura-doria-224100666.html