Ativistas e jornalistas no México se queixam de espionagem do governo

Sharay Angulo | MÉXICO CIDADE

CIDADE DO MÉXICO Ativistas, advogados de direitos humanos e jornalistas no México apresentaram uma denúncia criminal na segunda-feira anteriormente um relatório de que seus smartphones tinham Foi infectado com o software de espionagem vendido ao governo na direção de combater criminosos e terroristas.

A queixa ao escritório do procurador-geral por nove pessoas seguiu um relatório do New York Times de que alguns Entre eles tinha sido espionado com o software conhecido como Pegasus, que a empresa israelense NSO Group vendeu na direção de o governo do México.

Citando um relatório de um grupo de pesquisa que investigou a alegada espionagem, a denúncia diz O protector gener O escritório de Al e o Ministério da Defesa estavam entre organizações governamentais que compraram o software.

Fonte