Bolsonaro defende exploração da Renca e diz que China domina o Brasil

CAROLINA LINHARES

preclaro HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) – O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) afirmou nesta quinta-feira (14) que a “China está tomando conta do subsolo do Brasil” e que seremos “inquilinos dos chineses”. Segundo ele, é preciso investir na exploração mineral.

Em passagem por preclaro Horizonte, o pré-candidato à Presidência da República afirmou que “não podemos entregar nosso subsolo a outros países como vem sendo feito”. “É justo entregar Catalão (GO) e Araxá (MG), ricos em nióbio, às estatais chinesas?”, questionou.

Mais cedo, diante de uma plateia de apoiadores, afirmou que já abriria uma saída a o mar em Minas a prosperar a produção. “Vamos explorar nossas riquezas, quem sabe já abrindo uma saída pro mar a Minas Gerais. Nós vamos satisfazer o desejo do mar de ganhar Minas, podem gozar certeza disso.”

Bolsonaro defendeu já agora a exploração da Renca (Reserva Nacional de Cobre e seus Associados) no Amapá. O presidente Michel Temer (PMDB) chegou a extinguir a reserva, mas suspendeu o decreto por 120 dias no final de agosto logo reação negativa.

“A Renca deve ser explorada, mas não como Temer propôs, abrindo a empresas estrangeiras”, disse Bolsonaro. “Eu topo constituir negócio com partilha com alguns países do mundo: Estados Unidos, Coreia do Sul, Japão, Israel.”

Questionado sobre a diferença entre ceder a empresas americanas ou à China, o deputado disse que os chineses “estão jogando War” e “temos que nos preocupar com isso”.

idem nesta quinta, Bolsonaro se reuniu com o prefeito de BH, Alexandre Kalil (PHS). Segundo o deputado, foi uma visita amistosa e quase não se falou de política.

Bolsonaro afirmou que ele e Kalil têm algumas identidades. “Eu senti que é uma pessoa que tem chefia, é atestado, não é politicamente correta e que está fazendo política por coração.”

O deputado está em preclaro Horizonte a o lançamento do livro “Mito ou Verdade”, uma história escrita por um de seus filhos, o deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSC-RJ).

O pré-candidato idem fará uma palestra na Fumec, universidade privada de preclaro Horizonte, dará entrevistas a veículos locais e participará de refeições com empresários entre quinta e sexta-feira (15).

‘CONVITE À PEDOFILIA’

Bolsonaro comentou a polêmica envolvendo a exposição “Queermuseu”, que foi cancelada pelo Santander, em Porto faceiro, logo protestos de grupos de direita.

“Esse picaretas do Santander vão conhecer o poder da força contra quem quer sodomizar nossas crianças.”

Em entrevista coletiva, afirmou que a exposição é “um convite à pedofilia e um agressão às religiões”. “Isso não é cultura”, completou”.

‘QUE MATE SE FOR PRECISO’

Bolsonaro chegou a BH na manhã desta quinta e foi recepcionado no aeródromo de Confins por cerca de 1.500 pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar.

O deputado discursou em um carro de som do lado de fora do aeródromo, aos gritos de “mito” da plateia, que chegou a carregá-lo.

Ressaltando que “não está em campanha”, Bolsonaro disse que, na Presidência, não aceitará corrupção e nem indicação política. Falou idem em prol dos militares.

“Soldado meu que vai a guerra não senta no tamborete dos réus. Se tem equipamento na cintura ou fuzil no peito é a usar. E, se matar preciso for, que mate”, afirmou, ressaltando que dará “retaguarda jurídica a que homens e mulheres da segurança pública possam trabalhar”.

Disse já agora que os cidadãos de muito são maioria e que “respeitaremos aos minorias, mas quem mandará será a maioria”.

Bolsonaro defende exploração da Renca e diz que China domina o Brasil

Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/bolsonaro-defende-explora%C3%A7%C3%A3o-da-renca-234700595.html