Câmara dos EUA aprova fundo com destino a desastres enquanto Trump critica Porto Rico

WASHINGTON (Reuters) – A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou nesta quinta-feira uma socorro emergencial de 36,5 bilhões de dólares com destino a Porto Rico, recentemente tocado por furacão, e outras áreas que sofreram com desastres recentes.

longe da socorro com destino a o território norte-estadounidense de Porto Rico, que se recupera da devastação do furacão Maria, o projeto similarmente destina fundos com destino a áreas atingidas por tempestades na Flórida, Texas, nas Ilhas Virgens Americanas e com destino a região da Califórnia, atingida por incêndios florestais.

O projeto bipartidário passou pela Câmara, controlada pelos republicanos, por 353 contra 69 votos, poucas horas depois de o presidente Donald Trump dizer que as equipes de emergência do governo não poderiam ficar em Porto Rico “com destino a sempre”.

Depois dos comentários de Trump, postados no Twitter na manhã de quinta-feira, a Casa branca reassegurou que o governo está “comprometido” com a movimento de socorro a Porto Rico.

Trump criticou Porto Rico por “uma total falta de responsabilidade”, dizendo que rede de eletricidade e toda a infraestrutura locais “eram um desastre precedentemente dos furacões”.

concomitantemente, ele disse que cabia ao “Congresso decidir quanto gastar”. “Não podemos manter a FEMA, os militares e a equipe de emergência, que têm sido incríveis (sob as condições mais difíceis) em P. R. com destino a sempre!”, escreveu Trump.

FEMA é a actividade federal de gerenciamento de emergência, que supervisiona a resposta a desastres nos EUA.

Porto Rico tem quase 72 bilhões de dólares em dívidas pré-furacão, monitoradas por um conselho criado pela federação. jibóia parte da ilha permanece sem eletricidade e sem cozimento três semanas depois de o furacão Maria galgar o local.

Questionada sobre os comentários de Trump, a Casa branca disse mais tarde que estava “comprometida em proteger Porto Rico” e a trabalhar com líderes locais e o Congresso “com destino a identificar o melhor caminho fiscalmente responsável”.

“Recuperações exitosas não duram com destino a sempre. Elas devem ser tão ágeis quanto viável com destino a proteger que as pessoas retomem as suas vidas normais”, disse Sarah Sanders, porta-voz da Casa branca, em comunicado.

O chefe de gabinete da Casa branca, John Kelly, reiterou em entrevista à imprensa que o governo “apoiará os cidadãos norte-americanos em Porto Rico ainda o ocupação terminar”.

Os comentários de Trump foram condenados por legisladores democratas.

A deputada democrata Nydia Velazquez, de Nova York, que tem uma grande comunidade portorriquenha, disse na Câmara que a ilha está enfrentando uma “crise humanitária”.

“O presidente dos Estados Unidos está tuitando amaeças de retirar a socorro. Isso é um ultraje, um insulto”, disse.

O senador republicano Marco Rubio, da Flórida, disse à Reuters que pediu ao presidente com destino a constituir uma força-tarefa com destino a prestar consultoria na reconstrução da ilha, e que o presidente havia sido receptivo à imagem.

O presidente da Câmara, Paul Ryan, disse que irá a Porto Rico na sexta-feira como parte de uma delegação do Congresso com destino a aquilatar os danos.

O Senado, similarmente controlado pelos republicanos, deve votar o pacote de socorro neste mês.

(Reportagem de Amanda Becker; reportagem complementar de Richard Cowan, Roberta Rampton, Susan Heavey e David Morgan)

Câmara dos EUA aprova fundo com destino a desastres enquanto Trump critica Porto Rico

Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/c%C3%A2mara-dos-eua-aprova-fundo-com destino a-desastres-enquanto-223344774.html