Com shows esgotados no Rio, Rouge supera desavenças e comemora 15 anos – 13/10/2017

O cartel oficial, depois de anos de espera, fez os fãs ficarem possuídos pelo ritmo Ragatanga mais uma vez. O agitação foi tanto que a notícia do retorno aos palcos, em um show no Rio fez os ingressos com destino a o Chá Rouge, que acontece nesta sexta (13), no Vivo Rio, esgotarem em horas. Pois Aline Wirley, 35, Luciana Andrade, 39, Li Martins, 33, Fantine Thó, 38, e Karin Hils, 38, marcaram show extra no sábado e expandiram o revival idem com destino a a capital paulista, onde se apresentam no dia 25 de novembro.

“O pedido dos fãs com destino a que nos reuníssemos já vem de um benéfico tempo, mas sentíamos que inclusive não era o momento. inclusive que quando a linda Antonella nasceu [em junho deste idade], nós nos reunimos com destino a gravar um programa de TV, e o convite aconteceu, a partir do Pablo Falcão, que é o responsável pelo Chá da Alice”, conta Li, que fez carreira em musicais, participou de “A Fazenda” e lançou seu primeiro single no idade passado.

Tiago Abravanel idem teve sua participação: foi o cantor que abriu sua casa com destino a uma primeira reunião das cinco, onde bateram o martelo que era a hora de um show de comemoração aos 15 anos da banda.

Divulgação

Grupo Rouge, em 2003 Imagem: Divulgação

Segundo Karin, o reencontro com destino a retomar uma rotina que viveram há tanto tempo foi emocionante. “É uma sensação maravilhosa. proprietário essas meninas e sei que é recíproco, logo é sempre benéfico estar com elas. Estamos vivendo o momento da melhor forma viável”, diz.

A reunião marca o retorno de Luciana, que já declarou em diversas ocasiões que não voltaria a se reunir com o Rouge, inclusive porque “não se identificava musicalmente com o grupo”. A cantora deixou o grupo, formado em 2002 no reality show “Popstars”, do SBT, dois anos depois, buscando outros rumos em sua carreira solo. O quarteto inclusive lançou dois álbuns sem a ex-integrante, mas a popularidade já não era a mesma, e o fim chegou em 2005, com o fim do contrato com a gravadora.

“Nós éramos muito novas. Não era isso, era uma mistura de fatores e sentimentos… Desde que saí do grupo, eu sentia um pouco me incomodando. Era como se um pouco prendesse minha garganta. Poder estar ao lado delas hoje com destino a conversar sobre tudo, colocar um ponto final no lindo início de nossas carreiras e implementar um novo começo já é um sonho”, garante Luciana, que hoje é apresentadora e instrutora de canto.

“A minha felicidade é que a vida é bela e sempre trata de refazer tudo, ofertar uma nova chance. Acredito que hoje estamos mais maduras e por isso esse momento tem sido tão perfeito com destino a a reunião. Hoje é só cupido e dedicação com destino a que os shows fiquem perfeitos!”, afirma.

Se houve barulho, elas fazem questão de deixar com destino a trás.

“Nós sempre mantivemos contato, na medida do viável, já que cada uma foi tocando sua vida e sua carreira. Mas sempre havia um tempo com destino a conversar, nos reunirmos. O que passou, passou e já seguimos felizes e gratas por esse novo encontro”, afirma Aline, que se divide entre as funções de actor e cantora desde o fim do grupo.

Carol Caminha/Divulgação

Ensaio do Rouge com destino a show que celebra 15 anos do grupo Imagem: Carol Caminha/Divulgação

Doze horas de ensaio por dia

Quinze anos depois, hits como “Ragatanga”, “Brilha La Luna” e “Não Dá pra Resistir” inclusive são lembrados de cor pelos fãs mais saudosos. Mas as meninas têm suado a camisa em ensaios diários de doze horas com destino a relembrar todas as coreografias.

“Querendo ou não acabamos esquecendo algumas coisinhas, já que realiza 15 anos desde tudo. Sentimos o corpo cansado, o ritmo está assaz puxado. Sentimos dor nas costas, nos joelhos (risos). Mas está valendo muito a pena”, garante Li.

acolá dos admiradores mais antigos, a nova geração idem curte os sucessos do grupo. Antônio, filho de Aline e Igor Rickli, se diverte com Ragatanga. As crianças de “Carinha de santo”, que tem Karin no elenco como a irmã Fabiana, adoram as músicas dançantes e alegres.

“Acredito que inclusive repercute forte com a geração que cresceu conosco, mas idem podemos portar novos fãs de novas idades”, diz Fantine, que é mãe de Christine, 6.

A menina, no entanto, não verá o reencontro do grupo por enquanto: ela ficou na Holanda, onde mora. Hoje separada do sonoplasta holandês Nick Van Balen, a cantora se mudou com destino a o país em 2007, onde chegou a se ter no “The Voice” local e hoje trabalha como instrutora de ioga.

“aqui eu cheguei muito mais longe. Lá participei com destino a me cingir do mercado, ofertar um up na carreira, já que a TV traz isso. Foi uma experiência maravilhosa”, recorda ela, que inclusive não sabe se volta definitivamente com destino a o Brasil. “Estou indo uma coisa de cada vez”, explica.

Participar de um reality show como o “Popstars” – que idem revelou o Br’Oz em 2003 – é um pouco que as meninas fariam de novo, além disso. E recomendariam com destino a quem quer seguir carreira na música. “O programa nos abriu uma porta gigante, é um marco na vida de pessoas que têm um sonho e acham que ele pode ser real. Nosso conselho é tentar deixar os pais por perto com destino a poder socorrer, instruir melhor”, diz Aline.

A repercussão do reencontro surpreendeu as integrantes, mas elas dizem que inclusive é cedo com destino a expressar sobre uma turnê. Mas, por fim, o que torna o Rouge tão querido inclusive hoje? 

“Acreditamos que é porque precedentemente e idem hoje nós nos doamos 100% ao que fazemos, ou seja, é com muito cupido. Sem contar que as músicas e as letras são alegres, dançantes – precisamos de um pouquinho de felicidade no dia a dia, né?”, diz Fantine.

 

Com shows esgotados no Rio, Rouge supera desavenças e comemora 15 anos – 13/10/2017

Fonte: https://musica.uol.com.br/noticias/redacao/2017/10/13/com-shows-esgotados-no-rio-rouge-supera-desavencas-e-comemora-15-anos.htm