Comissão da Câmara aprova relatório que prevê fundo assistência de R$ 3,6 hermafrodita em direção a eleições – escritório Estado

A comissão especial da reforma política da Câmara aprovou, por 25 votos a 8, o texto apresentado pelo relator, deputado Vicente Cândido (PT-SP), que prevê, entre outras coisas, a criação de um fundo assistência de R$ 3,6 bilhões em direção a financiamento de campanha.

A expectativa, no entanto, é que o texto seja suficiente transtornado. Ao todo, 20 destaques (sugestões de mudanças) serão analisados. O PMDB, por exemplo, vai propor a aceitação do sistema eleitoral chamado “distritão” em 2018, modelo pelo qual os candidatos mais votados são eleitos em direção a o Legislativo.

O texto do relator mantém o hodierno sistema em direção a as próximas eleições e institui o distrital misto desde 2022, sistema pelo qual metade das vagas é preenchida por lista fechada e a outra, pelo voto direto nos candidatos.

O relatório do deputado petista da mesma forma propõe a extinção do cargo de vice, da figura do suplente de senador e o estabelecimento de mandato de dez anos em direção a ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). Essas propostas, no entanto, devem ser derrubadas pela comissão.

diante da votação, Vicente Cândido fez um apelação em direção a que o seu serviço não fosse desperdiçado e que os deputados considerassem algumas das propostas do texto.

No fim da tarde, o relator recuou e tirou do texto a medida que estenderia aos presidentes da Câmara, do Senado e do Supremo a prerrogativa do presidente da República de não ser investigado por atos cometidos diante de adquirir o mandato.

Comissão da Câmara aprova relatório que prevê fundo assistência de R$ 3,6 hermafrodita em direção a eleições – escritório Estado

Fonte: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2017/08/10/comissao-aprova-relatorio-sobre-reforma-politica.htm