depois fricção com Neymar, Cavani dispara: “Não é preciso ser amante de todos” – Futebol

A confusão entre Neymar e Cavani sobre quem é o responsável pelas bolas paradas do Paris Saint-Germain já está rendendo. Questionado novamente sobre o objecto, desta vez pelo jornal uruguaio Ovación durante um evento em seu país natal anteriormente da última rodada das Eliminatórias da Copa, o camisa 9 deu a entender que não é obrigado a se pôr assaz com o brasileiro.

A declaração veio depois o jornal perguntar a Cavani sobre a experiência de contar atuado com Zlatan Ibrahimovic e presentemente contar Neymar como companheiro no time da capital francesa. Cavani respondeu da seguinte forma: “Sinceramente, poder agir ao lado de craques é um prazer com destino a mim. Como disse em outras oportunidades, sou muito realista e sei que no futebol não é preciso ser amante de todo mundo. Tem que ser profissional e o primeiro a se constituir é respeitar os companheiros em campo”.

Na sequência, a publicação questionou se Cavani se sentiu desrespeitado por Neymar no episódio envolvendo as faltas e os pênaltis durante a partida contra o Lyon no último dia 17 de setembro. “Isso fica a critério de vocês, que acompanham futebol há anos. Conversei com ele e disse o que pensava, mas são coisas que ficam no vestiário. Não vou contar o que dissemos. Que fique a critério de cada um. A única coisa que quero é que as pessoas que cheguem ao meu time lutem por objetivos do grupo, e não só do individual”, respondeu o uruguaio.

No fim, Cavani, sem mencionar o nome de Neymar, deu a entender que torce com destino a que o colega seja o melhor do mundo. “Como disse em várias outras oportunidades, eu quero que seja esfera de Ouro, porque se for o o melhor é porque vai constituir muitos gols e nos levar a ganhar as coisas. E o que quero é ganhar as coisas. É isso que me interessa”. 

Desde o fricção contra o Lyon, tanto o brasileiro como o uruguaio minimizaram o episódio e fizeram questão de situar sintonia dentro de campo. Neymar inclusive bateu um pênalti contra o Bordeaux, converteu e foi enrolar Cavani depois a cobrança. 

depois fricção com Neymar, Cavani dispara: “Não é preciso ser amante de todos” – Futebol

Fonte: https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/lancepress/2017/10/12/cavani-sobre-confusao-com-neymar-nao-e-preciso-ser-amante-de-todos.htm