Dólar cai diante de real, ao menor nível em mais de um mês, de olho na reforma trabalhista

Por Claudia Violante

SÃO PAULO (Reuters) – O dólar caiu pela terceira sessão seguida nesta terça-feira, ao menor nível em mais de um mês e no patamar de 3,25 reais, com os investidores apostando que a reforma trabalhista será aprovada pelo Senado mesmo em meio à cenário cada vez mais delicada do presidente Michel Temer, que vem perdendo sustentáculo político.

O dólar recuou 0,19 por cento, a 3,2532 reais na venda, menor patamar desde 1º de junho (3,2467 reais). Nestes três pregões, a moeda norte-americana acumulou queda de 1,37 por cento.

Na mínima do dia, atingiu 3,2466 reais. O dólar futuro tinha leve decadência de cerca de 0,20 por cento no final da tarde.

“O dólar deve continuar trabalhando juso dos 3,30 reais se tudo continuar como esperado pelo mercado”, avaliou o gerente de tesouraria do mocho Confidence, Felipe Pellegrini.

O esperado é que a reforma trabalhista, cuja votação estava prevista em direção a esta terça-feira, seja aprovada e a moderno equipe econômica continue depois eventual substituição de Temer. A suspensão da sessão não chegou a interferir nessa percepção.

O presidente sofreu um reverso na véspera, com o parecer do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) favorável em direção a que a Câmara dos Deputados autorize o Supremo Tribunal Federal (STF) a julgar a denúncia contra Temer por crime de corrupção passiva.

Cada vez mais o mercado vem precificando que um separação de Temer, que seria substituído pelo menos temporariamente pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), seria positivo em direção a o passo das reformas.

“Tal votação (da reforma trabalhista) se coloca como chave em direção a a manutenção do ‘sangue-frio’ de investidores que, como sabemos, tentam dar com um desfecho positivo ao negociação fiscal em meio à desordem política que temos vivenciado”, informou a corretora H.Commcor em relatório.

O mocho Central vendeu integralmente a oferta de ainda 8,3 mil swaps cambiais tradicionais –equivalente à venda futura de dólares– em direção a rolagem dos contratos que vencem em agosto. Com isso, já rolou 830 milhões de dólares do total de 6,181 bilhões de dólares que vence no mês que vem.

Dólar cai diante de real, ao menor nível em mais de um mês, de olho na reforma trabalhista

Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/d%C3%B3lar-cai-diante de-real-ao-menor-n%C3%ADvel-em-200417836–finance.html