Edgar Ray Killen, condenado em & # 039; Mississippi Burning & # 039; mortes em 92

(Reuters) – Edgar Ray Killen, o pregador e Ku ​​Klux Klansman condenados e enviados em a prisão mais de 40 anos depois de tramar os assassinatos de 1964 de três ativistas dos direitos civis no caso "Mississippi Burning" morreu na noite de quinta-feira aos 92 anos, disseram autoridades de correção do Mississippi.

Edgar Ray Killen, condenado em & # 039; Mississippi Burning & # 039; mortes em 92

Fonte