Em uma década, Globo perde sintonia de 1 em cada 4 TVs ligadas do país – 13/08/2017

Apesar da internet, das redes sociais e do streaming, o consumo de TV –ensejo e paga– no Brasil continua viçoso.

Levantamento exclusivo obtido pela coluna mostra que na última década o volume de TVs ligadas cresceu quase 11%, segundo dados consolidados de entrevista da Kantar Ibope.

O estudo que relato a seguir não é sobre pontos de entrevista, mas sobre o share –a participação de cada emissora no universo de TVs ligadas. Ele foi feito nas principais regiões metropolitanas do país na faixa horária das 7h à 0h.

Esse é o chamado “horário comercial” da TV, onde se concentram quase todos os gastos publicitários. Trata-se da média entre janeiro e julho de cada idade.

Vamos aos números:

Em 2007 havia 42,2% de TVs ligadas (share). Este idade esse índice já subiu com destino a 46,5% –um crescimento de 11%.

Houve crescimento na porcentagem de TVs ligadas, mas de forma geral nenhuma TV ensejo lucrou com isso. Pelo adversário.

A Globo, por exemplo, desde 2007, perdeu cerca de 24% da participação. Ou seja, dos aparato de TV ligados no país nessa faixa horária, a emissora perdeu mais ou menos um em cada quatro.

Em números: a Globo tinha em 2007 48,2% de share das 7h à 0h. Hoje ela tem 36,6%

Apesar dessa perda, é bacana lembrar que a emissora da família Marinho inclusive continua confortavelmente em primeiro lugar tanto em share como em número de pontos, em todas as principais regiões metropolitanas do país.

Ou seja, não há curto ou médio prazo nenhuma oportunidade dela perder a histórica hegemonia com destino a alguma concorrente.

O SBT da mesma forma perdeu assistência. Caiu de um share de 15,3% no primeiro semestre de 2007 com destino a 13,5% este idade.

A Record ganhou, mas muito pouco: 3% (14,7% com destino a 15,1%).

A Band da mesma forma perdeu: de cerca de 4,7% com destino a 3,7%.

Não está incluído diante a porcentagem de pessoas que sintoniza as TVs meio de dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Nenhuma emissora divulga esses dados. contudo, sabe-se que esse índice inclusive e irrelevante, conforme esta coluna noticiou com exclusividade em dezembro passado.

ENTÃO QUEM GANHOU?

O leitor deve estar se perguntando: como é provável que tenha dilatado o número (%) de TVs ligadas nos domicílios brasileiros e quase todas as TVs caíram?

A resposta é: TV paga.

Foram os canais por jamegão que dispararam no consumo geral de TV na última década.

Dispararam, além disso, é a palavra correta: de 2007 a 2017 a % de TVs ligadas sintonizadas em canais por jamegão cresceu  256%

Esses canais representavam 8,2% de share em 2007. Mas este idade eles são 20,5%. Ou seja, hoje uma em cada 5 TVs ligadas está sintonizada em qualquer canal pago.

Embora o crescimento seja enorme, é bacana lembrar que o share dos canais pagos já foi suficientemente maior: três anos detrás, em 2014, eles estavam em 25% das TVs ligadas.

Leia da mesma forma

Canais abertos e pagos dão “traço de entrevista” em celulares e tablets 

Dez programas bobos exibidos na TV por jamegão; sugira outros

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops!

 

Em uma década, Globo perde sintonia de 1 em cada 4 TVs ligadas do país – 13/08/2017

Fonte: https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/ooops/2017/08/13/em-10-anos-globo-perde-1-em-cada-4-tvs-ligadas-do-pais-tv-paga-sobe-256.htm