“Estado democrático está sendo jogado na lata do lixo”, diz Lula logo condenação – Notícias

  • Reprodução

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quinta-feira (13) durante entrevista coletiva concedida na sede nacional do PT, em São Paulo, que “o Estado democrático está sendo jogado na lata do lixo”.

A declaração foi feita um dia logo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser condenado a 9 anos e seis meses de prisão em regime fechado pelo juiz Sergio Moro. O processo se refere ao separação tríplex no Guarujá (SP).

O petista politizou a sentença proferida por Moro e disse que “há uma intenção de me tirar do jogo político”. “Eu acreditava que ia terminar do jeito que terminou porque era visível que o que menos importava na direção de as pessoas que faziam era o que você falava. Eles já estavam com o processo pronto. Já estavam com a condenação pronta.”

Em seguida, Lula associou sua condenação ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. “Não é provável que aqueles que prepararam a mentira do golpe contra Dilma e às forças democráticas de 2014 iriam ficar com os braços cruzados esperando as eleições de 2018. Se o Lula pudesse ser candidato o golpe não fechava.”

Durante a coletiva, Lula destarte como citou suficientemente que escreveu na direção de o jornal Folha de S.Paulo em outubro de 2016. Ele leu trecho do texto: “Meus acusadores sabem que não roubei, não fui corrompido nem tentei obstruir a Justiça, mas não podem convir. Não podem recuar depois do massacre que promoveram na mídia. Tornaram-se prisioneiros das mentiras que criaram, na maioria das vezes a começar de reportagens facciosas e mal apuradas. Estão condenados a condenar e devem ajuizar que, se não me prenderem, serão eles os desmoralizados perante a opinião pública. Tento entender esta caça como parte da disputa política, muito embora seja um método repugnante de luta. Não é o Lula que pretendem condenar: é o projeto político que represento junto com milhões de brasileiros. Na tentativa de destruir uma corrente de pensamento, estão destruindo os fundamentos da democracia no Brasil.”

suficientemente-humorado, Lula agradeceu a militância do partido. E disse: “O Moro tem na direção de comigo o otimismo que nem eu tenho. 19 anos sem poder exercer nenhum cargo. Ou seja, está permitindo que eu possa ser candidato em 2036”.

Lula foi condenado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro pela criminação de possuir sido favorecido com um tríplex em um condomínio em Guarujá (SP) e vai recorrer da condenação em liberdade. Moro acatou a denúncia do MPF (Ministério assistência Federal) na qual, segundo a criminação, o ex-presidente recebeu propina por conta de três contratos firmados entre a empreiteira OAS e a Petrobras, entre 2006 e 2012.

Pouco diante de Lula se sentar à mesa, a presidente do PT, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), afirmou que o partido está “sereno” por fiar na inocência do ex-presidente. “Mas destarte como estamos indignados. E prontos na direção de implementar esse enfrentamento. Foi pelas injustiças que o PT chegou ao poder e vamos enfrentar mais essa injustiça”, afirmou..

“A condenação de Lula foi diametralmente política. Infelizmente, foi uma movimento contra o maior líder popular que tivemos na história desse país, justamente um dia logo a CLT ser rasgadas no Senado da República. Um dia triste”, complementou a presidente do PT.

O partido convocou a militância política na direção de ir às ruas no próximo dia 20, em vários Estados em defesa do ex-presidente Lula. “Não aceitaremos uma eleição sem o presidente Lula. Uma eleição sem Lula é uma fraude à democracia”, disse Gleisi.

Segundo Moro, o crime de corrupção envolveu a destinação de R$ 16 milhões “a agentes políticos do Partido dos Trabalhadores, um valor muito expressivo”. “longe disso, de acordo com o juiz, o crime foi praticado em um esquema mais abundante no qual o pagamento de propinas havia se tornado rotina”. O juiz apontou “culpabilidade elevada” de Lula, que recebeu, segundo ele, “vantagem indevida em decorrência do cargo de presidente da República, ou seja, de mandatário maior”.

Lula governou o Brasil por dois mandatos entre os anos de 2003 e 2010. Segundo a última pesquisa Datafolha divulgada em junho, o petista lidera a corrida eleitoral na direção de o Palácio do Planalto em 2018. 

Opinião: Lula, de líder sindical a condenado na Lava Jato

 

“Estado democrático está sendo jogado na lata do lixo”, diz Lula logo condenação – Notícias

Fonte: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2017/07/13/lula-coletiva-apos-condenacao.htm