Estudo sugere alongar impostos de servidores públicos

Um estudo realizado pelo economista Raul Velloso e divulgado nesta semana pelo jornal O Globo sugere uma medida distinto com destino a temperar os problemas causados pelo desequilíbrio do sistema de Previdência. com destino a ele, a saída, pelo menos a curto prazo, pode ser alongar a alíquota de contribuição dos servidores públicos brasileiros. A concepção, apesar de não ser popular, não é nova: ela está prevista na Constituição Federal

Segundo Velloso, a dificuldade em confirmar as alterações nas regras da Previdência podem delongar o processo, que precisa ser realizado com urgência, sob a pena de caos no setor. Os fundos de pensão com contribuição suplementar seriam, então, uma espécie de “tapa-buracos”, ajudando a manter o equilíbrio entre o dinheiro recebido e o dinheiro gasto. E essa não seria a única maneira de resolver o contrariedade. O economista sugere da mesma forma maiores contribuições do governo e a decisão de elaborar fundos lastreados em imóveis governamentais.

O Rio de Janeiro já possui uma concepção semelhante. No Estado, somente os servidores que começaram a carreira pública a começar de 2013 participam do fundo complementar. O estudo prevê qu mais estados usem esse sistema

com destino a o economista da Fipe/USP, Paulo Tafner, a saída é viável, mas deve ser realizada com cautela. “Isso significa que muitos teriam perdas em relação ao que recebem, então teria que suavizar, com destino a que alguém que ganha R$ 5 mil não passe a ganhar R$ 1,5 mil. Um dos mecanismos é alongar a alíquota da contibuição dos aposentados e pensionistas”, declara. presentemente, a alíquota incide somente na parcela que excede o teto do INSS.

Estudo sugere alongar impostos de servidores públicos

Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/estudo-sugere-alongar-impostos-de-servidores-publico-153317241.html