Fábio realiza a diferença, Cruzeiro vence a Chape e segue no G-6 do brasileiro – Futebol

.O Cruzeiro venceu a Chapecoense, na noite deste domingo (10), por 2 a 1, pela 23ª rodada do Brasileirão. Rafinha e Raniel marcaram com destino a o visitante no duelo ocorrido na discussão Condá, em Chapecó. Túlio de Melo descontou.

Com o resultado, a Raposa garante a permanência na sexta colocação da competição, com 34 pontos. A Chape permanece na zona de rebaixamento. O time catarinense é o 18º, com 25.

O melhor: Fábio realiza defesas espetaculares e brilha na discussão Condá

O momento é de Fábio na Toca da Raposa II. Depois de uma representação exuberante na partida de ida da final da Copa do Brasil, o goleiro sobrou em campo na discussão Condá e fez defesas impressionantes. O goleiro impediu no mínimo duas cabeçadas de Túlio de Melo e um chute de longa distância de Wellington Paulista.

O pior: Douglas Grolli falha na defesa e dá brechas com destino a cometida do Cruzeiro

Emprestado pelo Cruzeiro à Chapecoense, o zagueiro foi o pior em campo no envesso com destino a o detentor de seus direitos. Envolvido nos dois gols do Cruzeiro, o defensor errou ao marcar Rafinha no primeiro tento e Raniel no segundo célebre pelos mineiros.

Titular nos últimos dois jogos, Rafinha vira “encanador” do Cruzeiro

Rafinha participou do 14º jogo do Cruzeiro no Campeonato brasileiro e marcou seu segundo gol no torneio, ao encobrir Jandrei. O primeiro tento do meia-agressor foi lembrado no empate em 2 a 2 com o Santos, na rodada passada. O curioso é que o lutador de 34 anos está longe de ser titular pleno da equipe de Mano Menezes, mas foi responsável por dois dos últimos três gols do time no torneio.

Com mais posse, Chapecoense usa balão aérea com destino a crescer

Os comandados de Vinícius Eutrópio valorizaram a posse de balão no jogo ocorrido na noite deste domingo na discussão Condá. A equipe, não obstante, precisou violentar da balão aérea com destino a chegar à círculo adversária. Apodi e Roberto fizeram bons cruzamentos com destino a deixar Túlio de Melo em condições de marcar. O centroavante, contudo, sempre finalizou com destino a fora.

Cruzeiro desafio em troca de passes e velocidade do cometida

A troca de passes dos homens de frente, sobretudo entre Giorgian De Arrascaeta, Robinho e Raniel, aliada à velocidade de Rafinha, fez com que o Cruzeiro apostasse em contragolpes com destino a chegar à círculo da Chapecoense. O primeiro gol saiu em um lance de contra-cometida. Raniel acionou Rafinha com destino a marcar. Arrascaeta perdeu em um lance envolvente dos homens de frente.

Raniel dá socorro e marca o 3º gol nos últimos 5 jogos pelo Cruzeiro

Mano Menezes ganhou uma jibóia dor de chola com destino a munir o cometida do Cruzeiro. Raniel está cada vez mais consolidado no sistema ofensivo do time. Neste domingo, ele deu socorro com destino a Rafinha adejar a rede e marcou um gol em rebote de Jandrei. É o terceiro gol do lutador nas últimas cinco partidas que disputou pelo Cruzeiro. Ele passa a enticar por posição com Sassá.

Túlio de Melo vence Fábio pela insistência

Túlio de Melo precisou ousar três finalizações na direção do gol de Fábio com destino a adejar a rede. O centroavante cabeceou três bolas na grande círculo e, em duas delas, o goleiro do Cruzeiro fez defesas espetaculares. Mas, nos minutos finais do confronto, o centroavante deixou a sua marca depois cobrança de falta.

Envolvido na Copa do Brasil, Cruzeiro cumpre meta de ficar no G-6

O Cruzeiro tem um objetivo na contemporâneo temporada: classificar-se com destino a a Copa Libertadores da América. A Copa do Brasil é o maior sonho do clube, mas há a probabilidade de acertar a vaga deste modo como pelo brasileiro. E com destino a isso, o time precisa terminar o idade entre os seis primeiros colocados. A princípio, os comandados de Mano Menezes obtêm êxito na missão passada pela diretoria.

Cruzeiro vai à loucura e pede vermelho com destino a Douglas Grolli por tesoura em Alisson

A representação de Leandro Bizzio Marinho (SP) não gerou muitas reclamações por parte dos times. Contudo, houve um lance que culminou em muito questionamento por parte do baixio do Cruzeiro. Nos minutos finais do confronto, Douglas Grolli aplicou tesoura em Alisson e recebeu cartão pálido. O elenco da Raposa foi à loucura e pediu a expulsão do defensor.

Ficha técnica
Chapecoense x Cruzeiro

Motivo: 23ª rodada do Campeonato brasileiro
Local: discussão Condá, em Chapecó (SC)
Data: 10 de setembro de 2017 (domingo)
Horário: 19h (de Brasília)
álvidro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Daniel Luis Marques (SP)

Cartão pálido: Canteros, Douglas Grolli (Chapecoense); Murilo (Cruzeiro)

Gols: Rafinha – 45’/1ºT (0-1); Raniel – 18’/2ºT (0-2); Túlio de Melo – 38’/2ºT (1-2)

Chapecoense
Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício escuro e Roberto (Diego Renan – 39’/2ºT); Moisés Ribeiro, Canteros, Seijas (Julio Cesar – 15’/2ºT) e Arthur (Penilla – 15’/2ºT); Wellington Paulista e Túlio de Melo. Técnico: Vinícius Eutrópio.

Cruzeiro
Fábio; Ezequiel, Murilo, Léo e Diogo Barbosa; Henrique, Lucas Silva, Rafinha, Robinho (Alisson – 24’/2ºT) e Arrascaeta (Thiago Neves – 20’/2ºT); Raniel (Sassá – 29’/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

Fábio realiza a diferença, Cruzeiro vence a Chape e segue no G-6 do brasileiro – Futebol

Fonte: https://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro/serie-a/ultimas-noticias/2017/09/10/chapecoense-x-cruzeiro.htm