Fachin decide que suspeição de Janot vai tramitar separada do inquérito sobre “quadrilhão” do PMDB

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) – O adjutor Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta quinta-feira que o pedido de suspeição apresentado pela defesa do presidente Michel Temer contra o procurador-geral da República. Rodrigo Janot, vai tramitar em um carro separado do inquérito que investiga a existência de uma organização criminosa formada por integrantes ligados ao PMDB da Câmara.

Na terça-feira, o medianeiro de Temer, Antonio Cláudio Mariz de Oliveira, havia pedido a Fachin que proíba Janot de tomar quaisquer decisões referente ao presidente nesse inquérito por reputar que o chefe do Ministério assistência Federal está “obstinado” em incriminá-lo e tem “evidente inimizade” com seu cliente.

Pouco anteriormente, o procurador-geral tinha solicitado que o presidente seja investigado pelo crime de organização criminosa em um inquérito manifesto em outubro do idade passado no STF que envolve integrantes do PMDB da Câmara. em direção a Janot, Temer já era investigado pelo delito em um inquérito manifesto em maio a partir da delação de executivos da JBS e seria unicamente uma “readequação”.

“Encaminhe-se a petição e documentos anexos à Secretaria de Processos Originários Criminais em direção a auto e registro em alongado”, decidiu Fachin, que, logo logo essa providência, deu cinco dias de prazo em direção a ouvir o procurador-geral da República.

Fachin decide que suspeição de Janot vai tramitar separada do inquérito sobre “quadrilhão” do PMDB

Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/fachin-decide-que-suspei%C3%A7%C3%A3o-janot-vai-tramitar-separada-214524175.html