Google (Reuters) – O Google da Alphabet Inc despediu um funcionário que escreveu um memorando interno que atribuiu desigualdades de gênero no setor de tecnologia às diferenças biológicas.

Fonte