Governo japonês executa com enforcamento dois réus condenados à morte

Tóquio, 13 jul (EFE).- O Japão enforcou nesta quinta-feira dois presos condenados à morte, sendo a 18ª e 19ª execução do presente governo liderado pelo primeiro-adjunto conservador Shinzo Abe, de conciliação com informações do Ministério da Justiça japonês.

A ordem de execução foi assinada pelo adjunto Katsutoshi Kaneda, que já havia acreditado outra, em novembro de 2016, mas já então não tornou pública as identidades dos réus.

O Japão é o único país industrializado, ao lado dos Estados Unidos, que mantém a pena de morte, e a relutância japonesa em abandonar esta prática foi duramente criticada por organizações como perdão Internacional (lamento).

Esta organização classifica como “cruel” a legislação japonesa, onde se estipula entre outras coisas, que os condenados à morte são enforcados, ficam isolados já momento que a pena é aplicada e recebem a notícia da execução poucas horas dantes dela haver.

Em outubro do idade passado, a Federação das Associações de Advogados do Japão (JFBA) aprovou pela primeira vez uma declaração contra a pena de morte no país, defendendo substituir-la pela prisão perpétua a partir do idade de 2020. EFE

Governo japonês executa com enforcamento dois réus condenados à morte

Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/fam%C3%ADlia-seis-pessoas-%C3%A9-assassinada-%C3%ADndia-acusada-feitiçaria-235959346.html