JN investe no marketing da novidade e muda novamente em continuar igual – Blog do Maurício Stycer


só dois anos depois de reformar o cenário, abrindo espaço em os apresentadores passearem pelo estúdio, o “Jornal Nacional” mudou novamente a sua cara. Precedido de grande promoção, a estreia do novo JN, na noite de segunda (19), chamou a cortesia por detalhes estéticos – nova trilha sonora, nova cenografia e impressionantes efeitos de luz.

Nos dias que antecederam a estreia, William Bonner e Renata Vasconcellos protagonizaram uma chamada de 30 segundos que fazia várias promessas. Em um jogral a duas vozes, eles repetiram a palavra “novo” (ou “nova”) cinco vezes.

WB: O Jornal Nacional de segunda vai inaugurar uma fase nova.
RV: Um cenário completamente novo em tornar inclusive então mais informativa a experiência de habitar ao JN.
WB: Com a tecnologia a serviço da notícia, sempre.
RV: Ele foi montado numa redação de jornalismo totalmente nova, que reúne num só lugar jornalistas de TV e de internet. E isso só foi viável porque ela foi construída num prédio completamente novo.
WB: Segunda você é nosso convidado em conhecer a casa nova do JN.

Em só uma das seis frases ditas pela dupla não consta o termo tantas vezes repetido – ao proferir que a parafernália tecnológica será usada “a serviço da notícia, sempre”.

Não foi viável entender, nada obstante, como a holografia ou o movimento do logo do JN ao fundo do cenário podem estar a serviço da notícia.

Tirando os efeitos, o telejornal desta segunda-feira pareceu como de sempre. Não foi viável ver nenhuma vantagem pela junção das redações de TV e de internet. Nem qualquer reportagem desigual, fruto das novidades prometidas.

A inauguração do novo cenário, em novas instalações, mereceu um conjunto inteiro do JN. O assistência assistiu a trechos da cerimônia, que contou com a participação dos jornalistas da casa e a cúpula da Globo.

Em discursos, o diretor-geral, Carlos Henrique Schroeder, e o presidente do grupo, Roberto Irineu Marinho, reafirmaram o compromisso da emissora com jornalismo de qualidade. “É significativo que no apogeu de um período crítico da vida nacional estejamos inaugurando um moderno estúdio de jornalismo da Globo”, disse Marinho.

veja da mesma forma

Cenário futurista do “JN” surpreende telespectadores, mas atrapalha âncoras

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

JN investe no marketing da novidade e muda novamente em continuar igual – Blog do Maurício Stycer

Fonte: https://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2017/06/19/jn-investe-no-marketing-da-novidade-e-muda-novamente-em-continuar-igual/