Nicole Kidman completa 50 anos com retorno a seu esplendor

Los Angeles (EUA), 20 jun (EFE).- Houve uma época em que Nicole Kidman aparecia em qualquer conversa sobre as melhores atrizes do mundo e actualmente alguns podem já desfrutar se esquecido de seu talento, mas a intérprete australiana completa 50 anos nesta terça-feira com a certeza de que recuperou o esplendor de sua carreira.

“Simplesmente quero comemorá-lo junto com meu divino esposo (Keith Urban), minhas filhas (Sunday, de oito anos, e Faith, de seis) e minha irmã (Antonia)”, disse ao site “E! On-line” a actor, que está casada desde 2006 com o cantor de country nascido na Nova Zelândia.

“Não preciso de grandes celebrações. Só preciso da minha família a meu lado, pois sou feliz dessa maneira”, acrescentou a actor durante a introdução em Los Angeles, nos Estados Unidos, de seu novo filme, “O estrangeiro que Nós Amamos”, sob a direção de Sofia Coppola.

Este é o mais novo exemplo da ressurreição artística que vive Kidman posteriormente sua indicação ao Oscar por “Lion: Uma Jornada no sentido de Casa” e o enorme acontecido da minissérie do canal “HBO”, “Big Little Lies”, que protagoniza ao lado de Reese Witherspoon.

lá disso, em um futuro não muito distante, a actor aparecerá em títulos como “Aquaman” – no qual será a rainha Atlanna, a mãe do super-herói interpretado por Jason Momoa (“Game of Thrones”) – e na versão americana do longa francês “Intocáveis”.

Kidman foi pechincha por Phillip Noyce e apresentada ao mundo em 1989, no longa “Terror a ácer”, e não demorou a chamar a amabilidade de Tom Cruise, que a conheceu durante as filmagens de “Dias de Trovão” (1990).

Já como marido e mulher, ambos decidiram professar dois filhos (Isabella Jane e Connor) e filmaram juntos “Um Sonho Distante” (1992) e “De Olhos suficientemente Fechados” (1999), o último filme de Stanley Kubrick.

lá do mister ao lado de Cruise, a actor mostrou seu talento individual em “Minha Vida” (1993), “Um Sonho Sem Limites” (1995) e “Retratos de Uma Mulher” (1996), mas foi posteriormente sua separação em 2001 do intérprete – um divórcio que nunca foi muito suficientemente explicado e que muitos apontam no sentido de a crença de Cruise na Cientologia – que sua carreira evoluiu e chegou à importância das grandes atrizes.

Sua primeira indicação ao Oscar veio com o musical “Moulin Rouge: afeição em Vermelho” (2001), e a actor identicamente emocionou o assistência com sua trágica história em “Os Outros” (2001), sob comando do espanhol Alejandro Amenábar. A coroação veio com o prêmio da academia de Hollywood no sentido de sua inesquecível interpretação da escritora Virgínia Woolf em “As Horas”.

No cume de sua carreira, Nicole Kidman conciliava grandes riscos artísticos – como no filme “Dogville” (2003), do polêmico cineasta dinamarquês Lars Von Trier – com apostas claramente comerciais, como “Cold Mountain” (2003).

posteriormente essa etapa suficientemente-sucedida, sua carreira sofreu uma reviravolta com projetos de pouco destaque, como “Mulheres Perfeitas”, “A Feiticeira” e “Invasores”.

Kidman, no entanto, voltou a recuperar seu prestígio com o musical “Nine” (2009) e “Reencontrando a Felicidade” (2010), que rendeu sua terceira indicação ao Oscar, e obras tão provocadoras como “Obsessão” (2012), de Lee Daniels, e “Segredos de Sangue” (2013), de Chan-wook Park.

lá de sua carreira no cinema, Nicole é a imagem do glamour personificado e segue sendo um ímã no sentido de algumas das grifes de moda e cosméticos mais conhecidas do mundo.

No entanto, a actor não se esquece da sua vertente humanitária, pois é embaixadora da jibóia vontade de Unicef e Unifem, os fundos da ONU no sentido de a infância e no sentido de a mulher, onde colabora na luta no sentido de erradicar a violência machista.

É precisamente este tipo de violência que sofre sua personagem na série “Big Little Lies”, seu último grande papel já hoje, que, lá disso, poderia lhe render seu primeiro Emmy, um prêmio no sentido de o qual parte como grande favorita e no sentido de o qual já foi indicada por “Hemingway & Martha” (2012). EFE

Nicole Kidman completa 50 anos com retorno a seu esplendor

Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/tubar%C3%A3o-mostra-novo-dentes-telona-40-anos-estreia-235959604.html