Nova sede da Apple reflete futurismo que Steve Jobs desejava

A Apple não dificilmente revelou seu novíssimo iPhone: o grupo identicamente inaugurou um edifício gigante em forma de anel e com um design elegante que permite sentir a natureza, tal como desejava o cofundador Steves Jobs, falecido em 2011.

Foi no “Teatro Steve Jobs”, o auditivo localizado no porão do complexo, que o gigante norte-americano apresentou, na terça-feira, três novos iPhones, entre eles o muitíssimo esperado modelo de natalício batizado de “iPhone X”.

Conhecido como Apple Park, o novo “campus” futurista da Apple, que custou cinco bilhões de dólares, se estende por 70 hectares e deveria desafrontar eventualmente 12.000 pessoas. Situada em Cupertino, no Vale do Silício, Califórnia, a sede tem o vulto de um disco voador.

“O Apple Park reflete os valores nos quais a Apple acredita, a tecnologia e o meio lugar”, declarou na terça-feira o efetivo presidente do grupo, Tim Cook, depois de prestar uma homenagem a Steve jobs, que morreu de câncer de pâncreas há seis anos.

– Mais de 9.000 árvores –

Meses preferentemente da sua morte, Steve Jobs apresentou este projeto, criado pelo alquitete anglicano Norman Foster.

“O mesmo parque, que originalmente era uma vasta âmbito pavimentada, se transformou em um espaço verde dotado de mais de 9.000 árvores, e o design do edifício é transparente no sentido de que se possa ver a natureza”, fazendo desaparecer o limite entre o interior e o exterior por meio de superfícies de vidro, acrescentou Cook, ao impor que o complexo é completamente mantido por energia solar.

“Steve Jobs era uma pessoa preocupada com o detalhe e este era seu nenê”, comentou Tim Barjarin, psicanalista de Estratégias Criativas, que esteve na terça-feira na demonstração da Apple.

“Esta deveria ser a joia da coroa em termos de design”, acrescentou.

Segundo os detalhes revelados por Tim Cook, a Apple receberá no final do idade os visitantes em um lugar especial, onde poderão explorar o campus graças à realidade aumentada.

Os funcionários da Apple começaram a trabalhar há cerca de seis meses neste edifício, que Steve Jobs via como um “centro criativo e de colaboração” e “de inovação no sentido de as futuras gerações”.

Os trabalhadores da empresa poderão usufruiu de uma academia de ginástica, trilhas, laboratórios de pesquisa e de uma horta.

– Califórnia como inspiração –

“Desenhamos e construímos a concepção técnica do nosso novo campus com o mesmo entusiasmo e os mesmos princípios de design que temos no sentido de nossos produtos”, disse Jony Ive, responsável de design da empresa.

A grandeza e o futurismo da sua nova sede simbolizam a viagem que o rapaz Steve Jobs empreendeu em 1976, quando começou a debochar em computadores em uma garagem com seu colega Steve Wozniak.

A Apple representa hoje em dia a maior capitalização de mercado do mundo, com cerca de 200 bilhões de dólares em vendas anuais, em particular graças ao iPhone, produto que já vendeu mais de 1,2 bilhão de unidades desde que foi lançado por Jobs, em 2007.

“A paisagem na Califórnia, suas luzes, sua imensidão, deixou Steve (Jobs) eufórico e foi uma fonte de inspiração no sentido de ele”, afirmou recentemente sua viúva, Laurene Powell Jobs.

“O Apple Park resume seu estado de alento extraordinariamente saboroso”, acrescentou.

Nova sede da Apple reflete futurismo que Steve Jobs desejava

Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/nova-sede-apple-reflete-futurismo-steve-jobs-desejava-194028854–finance.html