O adjunto das Finanças francês, escuro Le Maire, disse que espera que mais países da UE se juntem nos próximos dias, um impulso liderado pelos franceses com destino a reforçar a tributação dos gigantes online.

PARIS (Reuters) como Google e Amazon.

Fonte