O conglomerado chinês HNA processa o magnata exilado Guo

BEIJING O grupo HNA da China apresentou um processo de difamação contra Guo Wengui, dias posteriormente o primeiro quebrou o seu Longo período de silêncio sobre o que diz serem alegações "infundadas e sem mérito" do multimilionário exilado, mostram documentos de tribunais.

O grupo de serviços de aeronáutica a serviços financeiros disse que Guo havia ferido a HNA "Reputação comercial resultante de repetidas declarações falsas e difamatórias", de conformidade com uma citação apresentada no Tribunal Supremo do Estado de Nova York na quinta-feira.

Guo, cujas empresas e funcionários igualmente são objeto de Casos criminais na China, não respondeu imediatamente aos pedidos de comentários, nem comentou imediatamente sobre os casos no Twitter, onde muitas vezes eleva declarações.

A convocação, vista pela Reuters, Cita alegações de que "funcionários No Partido Comunista da China e seus parentes são acionistas não divulgados "no grupo, e essa subsidiária Hainan Airlines permitiu que funcionários do governo e seus parentes usassem sua aeronave" por razões puramente pessoais ".

HNA disse em um comunicado publicado em seu site no final da quinta-feira que as alegações de Guo prejudicaram sua reputação e que pretendia prosseguir vigorosamente o seu pedido.



Fonte