O ex-guatemalteco Rios Montt, amargurado por acusações de genocídio, morre

GUATEMALA (Reuters) – O ex-ditador guatemalteco Efrain Rios Montt, perseguido por genocídio por décadas, morreu no domingo aos 91 anos, deixando lembranças amargas de seu sangrento injúria. governação da nação centro-americana durante sua guerra civil.

Fonte