O Google, gigante das buscas on-line, entrou com um recurso no Tribunal de apelação do National Company Law contra uma ordem do órgão de fiscalização da concorrência da Índia, que considerou culpado de "indenização por buscas"

NOVA DÉLHI (Reuters). viés de pesquisa "e insulto de sua posição dominante, duas fontes cientes do tese, disse à Reuters.

Fonte