O líder do Hezbollah do Líbano no domingo descartou a perspectiva de sanções mais duras dos EUA contra seu grupo, que é encostado pelo Irã, afirmou o presidente do Líbano, o Hezbollah, que os EUA podem prejudicá-lo, descarta sanções

E disse que a organização dos EUA não tinha como prejudicá-lo.

Fonte