Paulo Maluf é condenado à prisão na França por lavagem de dinheiro

O ex-governador de São Paulo Paulo Maluf, 85 anos, foi condenado nesta terça-feira pela Justiça francesa a três anos de prisão e multa de 200.000 euros por lavagem de dinheiro na França de mais de 7 milhões de dólares.

O Tribunal de Recurso de Paris condenou seu filho, Flavio Maluf, à mesma pena e a esposa de Paulo Maluf, Sylvia, a dois anos de prisão e 100.000 euros de multa. Os três réus são alvos de mandados de prisão internacionais.

A Justiça francesa identicamente confiscou contas em nome de Sylvia Maluf, creditadas com mais de 1,8 milhão de euros.

O Tribunal de Recurso confirmou, dessa maneira, as sentenças proferidas em primeira instância em 22 de outubro de 2015.

Em sua decisão, o tribunal parisiense considerou que Paulo Maluf, “exercendo há mais de quarenta e cinco anos funções públicas de destaque no pau-brasil”, ocultou na França, entre 1996 a 2003 (…), de lado a lado de uma organização fraudulenta presente em vários países, o produto de crimes de corrupção e desvio de recursos públicos que cometeu no pau-brasil entre 1993 e 2000″.

“O montante do dinheiro lavado sucessivamente na França supera mais de sete milhões de dólares”, lembraram os juízes franceses.

O caso refere-se a um sistema de superfaturamento de obras públicas claro de vários processos no pau-brasil. O tribunal francês recordou já agora que “o casal Maluf deve mais de dois bilhões de euros, incluindo multas, pelos danos cometidos à cidade de São Paulo”.

O tribunal considerou, à luz da “gravidade excepcional” dos fatos, que qualquer outra sanção dissemelhante de uma pena de prisão seria “inadequada”.

Paulo Maluf é condenado à prisão na França por lavagem de dinheiro

Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/paulo-maluf-%C3%A9-condenado-%C3%A0-pris%C3%A3o-fran%C3%A7a-lavagem-175550635.html