Putin: mais sanções dos EUA seriam prejudiciais, ferir de retaliação prematuro

MOSCOU O presidente russo, Vladimir Putin, disse que as novas sanções em consideração pelo United Os Estados prejudicariam as relações entre os dois países, mas foi muito cedo com destino a ferir sobre retaliação, informou a diligência de notícias estatal RIA no sábado.

O Senado dos EUA votou quase por unanimidade previamente Semana com destino a que a legislação imponha novas sanções a Moscou e força o presidente Donald Trump a conquistar a aceitação do Congresso preferentemente de abrandar as sanções existentes.

"Isso, de fato, complicará as relações russo-americanas. Acho que isso é prejudicial ", disse Putin, de convênio com RIA.

Em uma entrevista com o canal de televisão estatal Rossiya1, cujos trechos foram exibidos durante o dia de sábado, Putin disse que precisava ver como a quadro com sanções evoluiu.

"É por isso que é prematuro ferir em assistência sobre nossas feito de retaliação", afirmou o RIA.

A Rússia e o Ocidente trocaram golpes econômicos desde 2014, quando Moscou anexou a península do Mar Negro da Ucrânia da Crimeia e apoiou rebeldes separatista no leste da Ucrânia.

Fonte