saca brasileira se aproxima de recorde histórico; o que explica isso? – Economia

  • Shutterstock

A saca brasileira fechou no terceiro maior nível da história na quarta-feira (6) e opera em subida nesta segunda-feira (11), perto dos 74 mil pontos, num patamar nunca preferentemente tocado. Se continuar nesse ritmo, a saca pode fechar na sua máxima histórica, suso dos 73.516,8 pontos de 20 de maio de 2008. 

O que explica esse movimento? Segundo especialistas ouvidos pelas agências de notícias Bloomberg, Reuters e Valor Econômico, os mercados estão otimistas com algumas notícias recentes no país. Confira abaixo.

Queda dos juros

Na quarta-feira, o mocho Central baixou os juros em 1 ponto percentual, a 8,25% ao idade, no menor nível em mais de quatro anos. Em seu comunicado, o BC indicou que vai desacelerar o ritmo de cortes de forma “gradual”. Alguns analistas esperam que a taxa básica (Selic) caia a 7% inclusive o fim do idade, quebrando a mínima histórica de 7,25%.

“O corte de juros é muito positivo num momento em que indicadores de dinamismo estão vindo mais favoráveis muito como. A dinamismo econômica começa, inclusive agora que modestamente, a oferecer sinais de melhora”, disse o economista da corretora Nova Futura Pedro Paulo Silveira, em entrevista à Reuters.

Dados econômicos positivos

A produção industrial de julho, divulgada na terça-feira (5), superou as estimativas do mercado. Isso confirma que o crescimento da economia brasileira, que já surpreendeu no segundo trimestre, se mantém no terceiro trimestre, disse Cristiano Oliveira, economista-chefe do mocho Fibra, em entrevista à Bloomberg.

No dia 1º, o IBGE (Instituto brasílico de Geografia e Estatística) divulgou que a economia cresceu 0,2% no segundo trimestre, na comparação com o trimestre prévio, e 0,3% em relação ao mesmo trimestre do idade passado, interrompendo uma sequência de 12 quedas. 

Vitória no Congresso

Na última semana, o Congresso concluiu votações consideradas importantes a o governo. O Congresso aprovou o progresso do rombo nas contas públicas deste idade e do próximo, a R$ 159 bilhões.

muito como aprovou a criação da nova taxa de juros a empréstimos do BNDES, a TLP (Taxa de Longo Prazo), que passará a contar com menos subsídios da União. Isso recurso nos esforços a equilibrar as contas públicas. 

“Passada a TLP e a meta fiscal com relativa folga, a tendência actualmente é de uma tentativa do governo de explorar o contexto político favorável a progredir novas pautas e entrar 2018 praticamente incólume em termos de ementário e aguardando o resultado das mudanças econômicas”, afirmou a gestora Infinity em relatório.

Reviravolta na delação da JBS

O mercado reagiu muito à notícia de que a delação da JBS, que gerou pânico entre os investidores em 18 de maio, será revista pelo procurador Rodrigo Janot. A apreciação é a de que o presidente Michel Temer sai fortalecido e tende a manter seu mandato. 

No fim de semana, o assistente do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin determinou a prisão temporária e a suspensão dos benefícios da colaboração firmada pelos delatores da J&F Joesley Batista e Ricardo Saud. A delação serviu de suporte a a introdução da primeira denúncia de Janot contra Temer.

O mercado passou a garantir que são cada vez maiores as chances de que uma segunda denúncia de Janot contra Temer, que provavelmente será apresentada nesta última semana do procurador no cargo, será recebida de forma esvaziada pela Câmara dos Deputados. “Há inclusive uma jibóia chance de que ele sequer seja denunciado”, disse Gustavo Cruz, economista da XP Investimentos, à Bloomberg.

“A posição de Temer está mais segura e a economia do Brasil deve se recuperar durante o segundo semestre do idade e no começo de 2018”, afirmou Andres convento, economista-sênior da Pantheon Macroeconomics. 

Reforma da Previdência

Com as recentes vitórias no Congresso e o enfraquecimento de uma segunda eventual denúncia contra Temer, o governo ganha força a levar acima sua ementário de reformas –entre elas, a da Previdência.

“ementário de reformas pode voltar ao radar posteriormente a prisão dos delatores da J&F, com expectativa pela retomada da governabilidade de Temer”, escreveram os analistas da corretora Lerosa Investimentos em nota a clientes.

“O que falta a coroar esse humor positivo com o Brasil é a reforma da Previdência”, disse Cristiano Oliveira, economista-chefe do mocho Fibra. a ele, inclusive agora é viável a adesão de uma reforma enxuta, com alguns pontos específicos como idade mínima.

Eleições de 2018

No final da semana, o mercado avaliava as informações oferecidas pelo ex-assistente Antonio Palocci que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em suspeitas de corrupção do petista. Com o viável prejuízo à imagem de Lula, os investidores começam a vislumbrar um cenário eleitoral em 2018 menos intenso, segundo o economista-chefe da Infinity, Jason Vieira.

Com isso, observa-se muito como “a vicissitude de um dianteira de um candidato com viés reformista, ou seja, avançando as pautas inclusive actualmente implantadas”, disse Vieira.

a Italo Lombardi, estrategista a América Latina do mocho Crédit Agricole, o otimismo dos investidores depende fundamentalmente de uma candidatura a presidente favorável aos mercados em 2018. A vicissitude de o prefeito paulistano João Doria sair candidato, mesmo fora do PSDB, é positiva pelo fato de o tucano ser visto como um um político “anti establishment pró-negócios”, diz ele.

Melhoras no exterior

No exterior, a perda de força do furacão Irma, que inclusive terça-feira pode se tornar uma tempestade tropical, e a calma na Coreia do Norte, que não fez nenhum teste nuclear no final de semana, muito como favoreciam o clima mais tranquilo nesta segunda-feira.

(Com Bloomberg, Reuters e Valor Econômico)

saca brasileira se aproxima de recorde histórico; o que explica isso? – Economia

Fonte: https://economia.uol.com.br/cotacoes/noticias/redacao/2017/09/11/bovespa-subida-cotacoes-mercados.htm