Santos no sentido de na Ponte Preta e volta a tropeçar no Pacaembu depois 3 anos – Futebol

Depois de 20 vitórias consecutivas no Pacaembu, o Santos voltou a tropeçar no estádio paulistano na noite deste sábado (17). O responsável pelo feito foi a Ponte Preta, que já havia eliminado a equipe do litoral nas quartas de final do Campeonato Paulista deste idade. Em jogo bastante equilibrado e de boas atuações de Vanderlei e aranhão, as equipes não saíram do 0 a 0.

Com o tropeço, o Santos vai só a 13 pontos e perde a oportunidade de dormir na terceira colocação da tabela da Série A – segue no quinto lugar. Já a Ponte Preta chega a 11 e sobe no sentido de o sétimo lugar.

depois dois jogos como mandante (Palmeiras e Ponte Preta), o Santos ora vai já Salvador encarar o Vitória, na quarta-feira (21), às 19h30. Já a Ponte Preta retorna ao Moisés Lucarelli depois duas partidas como visitante (Flamengo e Santos). Na quinta, recebe o Cruzeiro, do mesmo modo às 19h30. Os jogos são válidos pela nona rodada do Campeonato brasileiro.

O melhor: Lucas Lima

Daniel Vorley/Agif/Estadão Conteúdo

Voltou muito suficientemente no sentido de o segundo tempo e chamou a responsabilidade. Deu duas ótimas assistências, mas ambas desperdiçadas por seus companheiros.

O pior: Copete

Não esteve em noite inspirada e já chegou a irritar a torcida em alguns momentos da partida. Acabou substituído.

Jogo de paciência depois início eletrizante

Santos e Ponte Preta criaram duas chances claras – uma de cada – em menos de cinco minutos de jogo. Na primeira, aranhão cresceu em finalização de sombrio Henrique cara a cara e salvou a equipe campineira. No lance seguinte, foi a vez de Vanderlei travar um chute de Elton, que apareceu livre na círculo depois garantido lançamento de Claudinho. Depois disso, mas, o que se viu em campo foi um jogo de paciência, com os dois times trabalhando bastante a futebol no sentido de topar qualquer espaço na defesa adversária – o que praticamente não aconteceu.

É, Vanderlei !

Em subida com a torcida santista, o goleiro Vanderlei teve seu nome gritado no início da etapa final depois a segunda grande defesa na partida.

Lucas Lima e Santos crescem, mas Ponte se segura

Depois de um primeiro tempo bastante equilibrado, o Santos cresceu na etapa final – junto com Lucas Lima – e passou a dominar a Ponte Preta, que não conseguiu mais ficar com a futebol e nem sair com perigo em contra-ataques. O meia santista conseguiu duas ótimas assistências, mas Copete e Kayke desperdiçaram boas chances logo no começo da etapa final.

Maior sequência de vitórias no Pacaembu chega ao fim

O Santos não sabia o que era tropeçar no Pacaembu desde 6 de abril de 2014, quando foi derrotado pelo Ituano na final do Campeonato Paulista. Desde então, foram 20 vitórias consecutivas, o que fez do Santos o dono da maior sequência de triunfos do estádio.

Santistas atendem expectativas e enchem Pacaembu

A expectativa da diretoria santista era que 20 mil torcedores comparecessem ao Pacaembu na noite deste sábado. Dito e feito: o assistência total foi de 19.984 pessoas.

Santos pós-Dorival segue sem levar gols

A defesa do Santos já então não teve a rede balançada depois a saída de Dorival Júnior. ora são quatro jogos, com quatro gols marcados e nenhum sofrido.

Ponte completa um idade sem vencer fora na Série A

A Ponte Preta chegou a 17 jogos sem saber o que é vencer na Série A do Campeonato brasileiro. A última vitória como visitante na competição foi em 30 de junho de 2016, quando superou o Santa Cruz por 3 a 0, em Recife.

Thiago Maia vira desfalque no Santos

O técnico Levir Culpi não poderá contar com Thiago Maia na próxima rodada. Ao cometer uma falta em Elton e parar um contra-investida da Ponte Preta no segundo tempo, ele recebeu o terceiro cartão pálido e ora terá de cumprir suspensão automática.

SANTOS 0 X 0 PONTE PRETA

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 17/06/2017 (sábado)
álvidro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Auxiliares: Marcio Eustaquio Santiago e Celso Luiz da Silva (MG)
assistência: 19.984
Renda: R$ 513.190,00
Cartões amarelos: David Braz, Thiago Maia, sombrio Henrique (Santos); Rodrigo, Jeferson, Luan Peres (Ponte Preta)

SANTOS
Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Copete (Vladimir Hernández), sombrio Henrique e Kayke.
Técnico: Levir Culpi

PONTE PRETA
aranhão; Jeferson, Marllon, Rodrigo e João Lucas (Luan Peres); Fernando Bob, Elton e Renato ambaló (Wendel); Claudinho (Lins), Emerson Sheik e Lucca.
Técnico: Gilson Kleina

Santos no sentido de na Ponte Preta e volta a tropeçar no Pacaembu depois 3 anos – Futebol

Fonte: http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro/serie-a/ultimas-noticias/2017/06/17/santos-x-ponte-preta.htm