um golpe internacional de Lula

Você já leu por então:

O Ministério assistência Federal desarquivou uma investigação que apura suposto envolvimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no esquema do mensalão. A investigação teve início na Procuradoria da República do Distrito Federal, com suporte na delação feita pelo empresário Marcos Valério de que Lula negociou com a empresa Portugal Telecom o repasse de recursos no sentido de o PT no sentido de a quitação de dívidas de campanha.

De harmonia com Valério, operador do mensalão, Lula combinou com Miguel Horta, então presidente da Portugal Telecom, a transferência de 7 milhões de reais no sentido de o PT. O dinheiro, segundo o depoimento, teria chegado ao Brasil por contas de publicitários que prestaram serviço no sentido de campanhas petistas. O depoimento foi prestado por Marcos Valério em 2012 como uma tentativa de fechar harmonia de delação premiada, depois a condenação no mensalão.

Enquanto tentava negociar um harmonia com a Justiça no sentido de ameigar uma condenação, Marcos Valério contou, em 2012, que presenciou uma negociação ocorrida em 2005 entre o ex-presidente Lula da Silva e Miguel Horta Costa, presidente da Portugal Telecom à época, e na qual eles terão sensato o pagamento de um suborno no sentido de o Partido dos Trabalhadores .

Segundo Marcos Valério, o montante sensato foi de 7 milhões de dólares (5,9 milhões de euros) e o dinheiro teria sido transferido no sentido de o PT por uma fornecedora da Portugal Telecom em Macau de um a outro lado de contas fora do Brasil.

Uma investigação sobre o caso foi fenda em 2013. No entanto, acabou por ser arquivada em 2015 a pedido da própria Procuradoria da República brasileira, porque esta entendeu que não era provável comprovar a transferência do dinheiro.

já vou te explicar o imbróglio:

No início de setembro de 2015, o semanário Sol,  português revelou que na casa de Luís Oliveira Silva, sócio e irmão de José Dirceu, o prisco homem forte de Lula da Silva, a Polícia Federal apreendeu um documento com uma nota sobre a “Portugal Telecom”.

Foi neste contexto que o ex-Presidente da República Mário Soares foi sondado pela PT, no sentido de socorrer a conceber pontes com o Presidente Lula. E é Soares que aconselha Granadeiro a procurar o escritório de advocacia Fernando Lima, João Abrantes Serra e José Pedro Fernandes, a LSF & Associados.

O presidente executivo da Portugal Telecom era Henrique Granadeiro.

O escritório de advocacia é sócio no Brasil de José Dirceu, o líder petista conhecido como facilitador de negócios, a quem a LSF chegara anos dantes por via de José Pedro Fernandes. Mas será Abrantes Serra a exprimir Dirceu a Nuno Vasconcelos e a Rafael Mora, da Ongoing (e a Miguel Relvas). Dirceu, que surgiu nos epicentros dos grandes escândalos que rebentaram no Brasil (“mensalão”, Lava-Jato e “petrolão”), é classificado pela Polícia Federal como o “chefe da quadrilha”

já mais…

A Andrade Gutierrez foi a empreiteira que comprou por 4 milhões de reais a empresa de Lulinha, em 2005. Via Sergio Andrade, Lulinha vendeu à Telemar, do mesmo Sérgio, seu negócio de Ronaldinho. O MPF inocentou Lulinha.

A Telemar ficou tão grande que virou a Oi. Que no idade passado teve um rombo de RS$ 54 bilhões…

Mas já a explosivo explode em Portugal: a telefonia brasileira, via construtora Andrade Gutierrez, molhou a mão de políticos portugueses, como já o presidente Mario Soares, num gigantesco esquema de corrupção.

Vejam esse trecho que saiu na mídia portuguesa:

“As investigações que hoje decorrem no Brasil e em Portugal, de modo independente, mas com canais abertos, já deixam levantar a ponta do véu sobre possíveis pagamentos de várias dezenas de milhões de euros ao universo restrito do ex-Presidente da República Lula da Silva, suficientemente como a ex-governantes e gestores brasileiros e portugueses. Movimentos financeiros que as autoridades suspeitam poderem deter saído de veículos internacionais ligados aos accionistas da Oi, encabeçados pela construtora Andrade Gutierrez, de um a outro lado de territórios como Angola (onde opera similarmente via Zagope) e Venezuela…

…O presidente da Andrade Gutierrez é acusado no processo Lava-Jato, sendo-lhe atribuídos os crimes de corrupção, de lavagem de dinheiro e de organização criminosa. Otávio Azevedo é considerado a tino da engrenagem que possibilitou o harmonia entre a PT e a Oi em Julho de 2010. Um negócio que necessitou de múltiplas autorizações políticas dos dois lados do hercúleo e que começou a ser preparado no final de 2007 como resposta à intenção firme da Telefónica de pilhar os 50% da brasileira Vivo que estavam nas mãos da PT e que era o motor de crescimento da empresa portuguesa”.

Ou seja: a empreiteira-telefônica que comprou a empresa do Ronaldinho de Lula é investigada por deter corrompido políticos portugueses com a demão de Zé Dirceu…

um golpe internacional de Lula

Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/entenda-o-escandalo-portugal-telecom-um-golpe-internacional-de-lula-172142770.html