Vietnã defende a decisão de revogar a cidadania do dissidente

HANOI O Vietnã defendeu nesta quinta-feira a sua decisão de revogar a cidadania do francês e vietnamita Dissidente Pham Minh Hoang, ex-prisioneiro político que é denunciado de violar a lei e ameaçando a segurança do Estado.

O professor de matemática de 62 anos foi informado sobre a decisão final Semana, criando críticas de grupos de direitos humanos. O governo não disse exatamente o que ele é denunciado.

"A remoção da cidadania foi realizada de convenção com as disposições da lei vietnamita", disse a porta-voz do ministério do estrangeiro Le Thi Thu Hang.



Fonte